Esportes

Caso Neymar: Mauro Naves é suspeito de tentar abafar o escândalo

Segundo fontes da emissora, a cúpula da Globo está convicta de que Naves soube antes de todo mundo que Neymar estava sendo acusado de agressão, mas não divulgou

[Caso Neymar: Mauro Naves é suspeito de tentar abafar o escândalo]
Foto : Reprodução / TV Globo

Por Kamille Martinho no dia 09 de Junho de 2019 ⋅ 15:30

A cúpula da emissora Globo suspeita que o jornalista Mauro Naves atuou para tentar abafar o escândalo em que o jogador Neymar Jr. é acusado de estupro. As suspeitas surgiram após o vazamento de conversas do WhatsApp entre o advogado José Edgard Bueno e a modelo Najila Trindade, e por isso afastou o repórter da cobertura esportiva. As informações são do site Notícias da Tv.

No último dia 28, uma semana depois de ter chegado de Paris, Najila recebeu a seguinte mensagem de Bueno, conforme reportagem do Jornal da Record: "Naj, estou em Teresópolis conversando com a pessoa que, eventualmente, poderá ajudar no encaminhamento do acordo. O laudo médico ficou pronto, está excelente. Preciso que você me mande agora aquela foto de como ficou roxo e bem feio. Mande também a mensagem do babaca mandando a foto pra você. Quero sair daqui com uma solução encaminhada".

A direção da Globo tem convicção de que a pessoa que poderia ajudar o advogado era Mauro Naves, que coincidentemente estava em Teresópolis naquele dia e que já havia admitido ser amigo de José Edgard Bueno. Segundo a nota lida por William Bonner no Jornal Nacional, Naves foi afastado da cobertura porque forneceu o telefone de Neymar da Silva Santos, pai de Neymar, ao advogado José Edgard Bueno, em troca de uma posterior entrevista exclusiva.

Entretanto, segundo fontes da emissora, o advogado teria ido até Petrópolis para negociar com o staff de Neymar e procurou o amigo Naves. O jornalista teria ouvido o pedido para intermediar um acordo e teria telefonado para o pai de Neymar para que ele aceitasse conversar.

Portanto as fontes afirmam que a cúpula da Globo está convicta de que Naves soube antes de todo mundo que o camisa 10 da seleção estava sendo acusado de agressão, mas não divulgou. Além disso, o jornalista não informou ao seus superiores sobre sua participação no caso e nem contou detalhes que poderiam ajudar na cobertura, apenas se manifestou quando o pai do jogador o denunciou.

Notícias relacionadas