Esportes

Copa América: Brasil conhecerá hoje seu adversário das quartas de final

O Japão joga contra o Equador, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto Uruguai enfrenta o Chile, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Ambos os jogos serão às 20h

[Copa América: Brasil conhecerá hoje seu adversário das quartas de final]
Foto : Lucas Figueiredo/CBF

Por Kamille Martinho no dia 24 de Junho de 2019 ⋅ 12:40

As duas partidas de hoje (24) do grupo C definirão o adversário do Brasil nas quartas de final da Copa América. O Japão joga contra o Equador, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto Uruguai enfrenta o Chile, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Ambos os jogos serão às 20h.

Dependendo dos resultados, os brasileiros podem enfrentar o Japão, Equador, Uruguai ou o Paraguai na próxima fase.

Se Japão e Equador empatarem hoje, por exemplo, o Paraguai se classifica. Se o Equador vencer, por qualquer placar, se classifica em terceiro e enfrenta o Brasil.

No caso de o Japão vencer a partida, há duas hipóteses. Em caso de vitória da seleção japonesa, que tem 4 gols negativos de saldo, a seleção asiática se classifica em terceiro lugar no grupo e enfrenta o Brasil. Se o Japão, no entanto, golear o Equador e/ou o Uruguai (que tem saldo de 4 gols positivos) perder de goleada do Chile, o Japão pode se classificar até em segundo colocado no grupo. Nesse caso, o adversário do Brasil será o Uruguai.

O Chile tem 6 pontos e só precisa de um empate para terminar na primeira posição. O Uruguai tem 4 pontos e precisa da vitória para se classificar em primeiro. Se empatar, fica em segundo lugar.

Se o Uruguai perder, pode terminar em segundo ou terceiro colocado no grupo, dependendo dos placares de seu jogo contra o Chile e da partida entre Japão e Equador.

O único confronto já definido das quartas de final é entre Argentina (segunda colocada do grupo B) e Venezuela (segunda colocada do grupo A). O Brasil jogará com seu adversário pelas quartas de final às 21h30 de quinta-feira (27), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Notícias relacionadas