Esportes

Após manifestação contra Bolsonaro, atleta de vôlei de praia é denunciada ao STJD

Carol Solberg deu declaração ao vivo, durante entrevista, após partida em Saquarema

[Após manifestação contra Bolsonaro, atleta de vôlei de praia é denunciada ao STJD]
Foto : Divulgação/CBV

Por Lara Curcino no dia 29 de Setembro de 2020 ⋅ 14:00

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) apresentou ontem (28) uma denúncia contra a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg, que fez uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último dia 20, durante uma entrevista após conquistar bronze na etapa da modalidade em Saquarema (RJ).
Após terminar sua fala, a atleta gritou “só para não esquecer: fora Bolsonaro”.

O ato foi alvo de uma nota de repúdio da Confederação Brasileira de Voleibol no mesmo dia. A entidade afirmou que “tomará todas as medidas cabíveis para que fatos como esses, que denigrem a imagem do esporte, não voltem mais a ser praticados". 

A denúncia apresentada ao STJD se baseia em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: o 191  —deixar de cumprir o regulamento da competição, com multa que varia de R$ 10 mil a R$ 100 mil— e o 258 —assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras do código, cuja punição é suspensão de uma a seis partidas. 

Notícias relacionadas

[Carol Solberg recorre de advertência ao Pleno do STJD]
Esportes

Carol Solberg recorre de advertência ao Pleno do STJD

Por Luciana Freire no dia 19 de Outubro de 2020 ⋅ 22:00 em Esportes

Na última terça (13), em julgamento em primeira instância, ela foi condenada, por três votos a dois, por descumprir regulamento, ao falar "Fora Bolsonaro" após uma partid...