Esportes

Vitória reconhece atrasos salariais e promete solução 'o mais breve possível'

Em nota, clube nega que esteja devendo quatro meses dos vencimentos dos funcionários e cita pandemia de coronavírus

[Vitória reconhece atrasos salariais e promete solução 'o mais breve possível']
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 15 de Outubro de 2020 ⋅ 14:01

O Vitória confirmou atrasos salariais de funcionários em meio à repercussão de denúncias de funcionários do clube. A situação foi citada pelo clube em nota divulgada na tarde de hoje (15). No comunicado, a agremiação citou a adequação à Medida Provisória 936 do Governo Federal, onde consta a redução de jornada de trabalho e a suspensão de contrato, em decorrência da pandemia de coronavírus que atinge o país.

"Graças a adesão, o ECV manteve inalterado o seu quadro de funcionários, preocupado notadamente com o bem-estar de todos os colaboradores e seus familiares", informou o clube.

No entanto, o Vitória negou que o débito seja de quatro meses, como citaram supostos funcionários do clube em denúncia divulgada por veículos de imprensa, além de rebater a informação que o presidente Paulo Carneiro tenha intimidado trabalhadores.

"Mesmo com todo esse cenário negativo, o ECV vem procurando honrar com as suas obrigações. Não é verdade que o clube esteja com quatro meses de salários atrasados e muito menos que ocorra uma 'intimidação' por parte dos gestores, como denunciado por um suposto funcionário", defende o rubro-negro. "Reconhecemos os direitos dos funcionários e estamos buscando solucionar essa situação o mais breve possível" finaliza o clube.

Notícias relacionadas

[Carol Solberg recorre de advertência ao Pleno do STJD]
Esportes

Carol Solberg recorre de advertência ao Pleno do STJD

Por Luciana Freire no dia 19 de Outubro de 2020 ⋅ 22:00 em Esportes

Na última terça (13), em julgamento em primeira instância, ela foi condenada, por três votos a dois, por descumprir regulamento, ao falar "Fora Bolsonaro" após uma partid...