Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Internacional

Reféns do Hamas só devem ser liberados na sexta-feira, diz Israel

A princípio o acordo apontava que os reféns começariam a ser libertos nesta quinta-feira (23)

Reféns do Hamas só devem ser liberados na sexta-feira, diz Israel

Foto: Reprodução/Al Jazeera

Por: Metro1 no dia 23 de novembro de 2023 às 09:01

Atualizado: no dia 23 de novembro de 2023 às 12:05

A liberação dos reféns mantidos no território controlado pelo grupo radical Hamas foi adiada para a sexta-feira (24). Com o acordo de trégua entre Israel e o grupo, foi aceito quem em troca de aproximadamente 50 reféns, o conflito teria uma pausa de quatro dias, a partir desta quinta-feira (23). 

O anúncio da mudança de datas foi feito ainda na quarta-feira (22), pelo Conselho de Segurança Nacional de Israel. Além da liberação dos reféns, era previsto que houvesse a soltura de outros 150 prisioneiros palestinos por Israel.

O gabinete de guerra do primeiro-ministro, Bejanmin Netanyahu, publicou um documento que estabelece as condições do acordo. Assim, para que os prisioneiros palestinos possam ser libertados, é preciso que o Hamas entregue 100 reféns vivos.

A tréqua ainda acontecerá em duas fases. “A primeira etapa durará quatro dias, durante os quais haverá uma pausa nos combates. Para cada libertação adicional de 10 reféns, haverá uma pausa adicional nos combates de 24 horas”, aponta o texto. Na segunda fase, Israel concorda em libertar até 150 prisioneiros se até 50 reféns forem devolvidos.