Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Internacional

/

Presidente da Autoridade Palestina declara que vai rever relações com EUA após veto na ONU

Internacional

Presidente da Autoridade Palestina declara que vai rever relações com EUA após veto na ONU

Mahmoud Abbas defendeu que o veto norte-americano é “uma agressão flagrante contra os direitos, a história e a pátria” do povo palestino

Presidente da Autoridade Palestina declara que vai rever relações com EUA após veto na ONU

Foto: ONU/Cia Pak

Por: Metro1 no dia 20 de abril de 2024 às 16:00

Após os Estados Unidos vetarem, na última quinta-feira (18), o reconhecimento do Estado da Palestina como membro pleno da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, rechaçou a decisão e avisou que irá reconsiderar a relação com Washington.

“Os líderes palestinos reconsiderarão as relações bilaterais com os Estados Unidos, de uma forma que garanta a proteção dos interesses do nosso povo, da nossa causa e dos nossos direitos”, disse Abbas em entrevista à agência da Palestina Wafa.

 A votação do Conselho de Segurança da ONU, em Nova York, referente à resolução palestina incluiu a participação de 15 membros e contou com 12 votos, duas abstenções – Reino Unido e Suíça -, e um veto norte-americano.

De acordo com o porta-voz de Segurança Nacional da Casa Branca, John Kirby, Washington entende que um Estado Palestino independente deve ser criado por meio de negociações diretas entre a Autoridade Palestina e Israel, sem interferências da ONU.

O presidente da AP defendeu que o veto norte-americano é “uma agressão flagrante contra os direitos, a história e a pátria” do povo palestino, acrescentando que a administração norte-americana “desafia a vontade da comunidade internacional”.

Para Abbas, a oposição de Washington representa o “abandono de todas as promessas” relativas à solução de dois estados, como fórmula de paz entre israelitas e palestinos.