Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

STF dá cinco dias para União Química informar capacidade de produção da Sputnik V

Lewandowski é relator de uma ação do governo da Bahia que pede ao Supremo a liberação do uso da vacina

[STF dá cinco dias para União Química informar capacidade de produção da Sputnik V]
Foto : Divulgação

Por Luciana Freire no dia 26 de Janeiro de 2021 ⋅ 20:00

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou hoje (26) que a União Química informe a capacidade de produção da vacina russa contra Covid-19, Sputnik V.

Lewandowski quer saber, caso a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o registro emergencial da vacina, qual seria a produção do imunizante destinada ao Brasil, o prazo de entrega ou ainda a possibilidade de importá-la da Rússia.

O ministro é relator de uma ação do governo da Bahia que pede ao Supremo que libere o uso da Sputnik. Ontem (25), a Anvisa defendeu que não é possível liberar o uso da vacina sem o aval de seus técnicos.

Leia mais:

Rui critica 'soberania da Anvisa' e reclama de burocracia para liberar Sputnik V

Notícias relacionadas