Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Aras pede extinção de ação para indenizar índios atingidos na ditadura

PGR vai contra ação de Dodge, sua antecessora

[Aras pede extinção de ação para indenizar índios atingidos na ditadura]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 29 de Outubro de 2019 ⋅ 20:00

O procurador-geral da República, Augusto Aras, protocolou ontem (28) no Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido para extinguir uma ação civil, ajuizada pela Procuradoria-Geral da República em setembro, que iria indenizar indígenas guaranis atingidos pela construção da hidrelétrica Itaipu no período da ditadura militar (1964-1985).

A ação havia sido aberta por sua antecessora, Raquel Dodge, após uma investigação de mais de três anos que resultou na publicação de um livro. A apuração indicou que a ditadura provocou diversas violações de direitos humanos, como adulterar procedimentos para subestimar quantos índios moravam na região quando a usina foi construída. Dodge pediu o reconhecimento dos crimes contra os indígenas e o ressarcimento financeiro pela União, totalizando R$ 250 milhões.

Notícias relacionadas