Justiça

Rosa Weber extingue interpelação de Glenn contra Bolsonaro

Glenn interpelou o presidente para que informe a que fato estava se referindo quando disse que o jornalista iria ‘pegar uma cana’

[Rosa Weber extingue interpelação de Glenn contra Bolsonaro]
Foto : Fellipe Sampaio / SCO/ STF

Por Luciana Freire no dia 07 de Fevereiro de 2020 ⋅ 20:00

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, decretou a extinção da interpelação do jornalista Glenn Greenwald contra Jair Bolsonaro por causa da declaração do presidente, em julho de 2019, sobre a possibilidade de o editor do The Intercept ‘pegar uma cana’.

A ministra considerou que a interpelação cumpriu sua finalidade após Bolsonaro responder à ação, dizendo que o comentário foi um ‘discurso político, sem qualquer conteúdo ilícito’ e que ele exerceu ‘direito constitucional de livre manifestação do pensamento’.

A frase foi dita durante evento na Vila Militar, em Deodoro, no Rio, quando o presidente foi questionado sobre uma portaria do ministro da Justiça Sérgio Moro, que permitiu a deportação de estrangeiros considerados perigosos.

Notícias relacionadas