Justiça

PGR decide apurar relação de Wassef e concessionária que mantém contrato com governo

Frederick Wassef, ex-advogado da família Bolsonaro, não é considerado formalmente investigado

[PGR decide apurar relação de Wassef e concessionária que mantém contrato com governo]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Luciana Freire no dia 15 de Setembro de 2020 ⋅ 20:00

A Procuradoria Geral da República (PGR) decidiu abrir uma apuração preliminar a fim de investigar a relação do advogado Frederick Wassef, e a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, que mantém contrato com o governo federal. A informação foi divulgada pelo portal G1.

A decisão é do procurador-geral da República, Augusto Aras, e foi comunicada ao Supremo Tribunal Federal (STF). Frederick Wassef, ex-advogado da família Bolsonaro, não é considerado formalmente investigado.

Com a abertura da análise preliminar, a PGR vai avaliar se há elementos que justifiquem um eventual pedido de abertura de inquérito ao STF. Não há prazo para a análise.

Notícias relacionadas