Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Militares dão golpe em Mianmar e acusam 'fraude eleitoral'; lideranças do governo são presas

Junta militar pretende ficar no poder por um ano

[Militares dão golpe em Mianmar e acusam 'fraude eleitoral'; lideranças do governo são presas]
Foto : Reprodução

Por Metro1 no dia 01 de Fevereiro de 2021 ⋅ 11:20

Militares de Mianmar tomaram o poder no país hoje (1º) e detiveram integrantes do governo, inclusive a líder política Aung San Suu Kyi, vencedora do Nobel da Paz em 1991; e o presidente do país, Win Myint.

Segundo informações da agência Associated Press, uma junta militar pretende ficar no governo durante um ano. A acusação dos militares é de que os governantes depostos estão no poder graças a uma fraude eleitoral.

Há dois meses, o partido Liga Nacional pela Democracia venceu uma eleição que foi alvo de questionamentos de opositores. O presidente e as lideranças governistas de Mianmar negam qualquer fraude.

Segundo relatos divulgados pela agência Reuters, militares cercaram também a prefeitura de Yangon, a maior cidade de Mianmar. Os telefones da capital de Mianmar, Naypyitaw, estavam sem linha desde o início da manhã.

Notícias relacionadas