Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Com aprovação de Biden, EUA bombardeiam 'infraestruturas de milícias apoiadas pelo Irã' na Síria

Pentágono afirma que ataques aéreos realizados pelo país foram uma reação aos foguetes enviados contra alvos norte-americanos no Iraque

[Com aprovação de Biden, EUA bombardeiam 'infraestruturas de milícias apoiadas pelo Irã' na Síria]
Foto : Adam Schultz

Por Geovana Oliveira no dia 26 de Fevereiro de 2021 ⋅ 15:20

O exército americano bombardeou, nesta quinta-feira (25), instalações pertencentes a duas milícias apoiadas pelo Irã no leste da Síria. Segundo o Pentágono, ataques aéreos realizados pelo país foram uma reação aos foguetes enviados contra alvos norte-americanos no Iraque. 

"Sob a direção do presidente (Joe) Biden, as forças militares americanas realizaram no começo desta noite ataques aéreos contra a infraestrutura utilizada por grupos de milicianos apoiados pelo Irã no leste da Síria", afirmou o porta-voz, John Kirby, em um comunicado. 

Essa é a primeira decisão militar tornada pública do presidente americano, que assumiu em 20 de janeiro. O ataque deixou 17 mortos. Os Estados Unidos não haviam culpado nenhum grupo pela ocorrência com os foguetes, mas responsabilizaram o Irã. 

Segundo o Uol, no entanto, no dia 16 de fevereiro, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Irã negou em entrevista à agência de notícias estatal Mehr que o país tivesse qualquer relação com os ataques.

Notícias relacionadas