Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Governo britânico tenta rastrear portador de variante brasileira

Um dos infectados não preencheu o cartão de identificação do teste, feito antes das atuais medidas de quarentena obrigatória em hotéis

[Governo britânico tenta rastrear portador de variante brasileira]
Foto : Pixabay

Por Juliana Rodrigues no dia 01 de Março de 2021 ⋅ 13:40

O governo britânico vai fazer testes em massa para tentar encontrar um viajante que chegou do Brasil com a​ variante de Sars-Cov-2 “brasileira”, a chamada P.1, que é mais contagiosa que o vírus original. A P.1 foi identificada pela primeira vez no país, em três pessoas na Inglaterra e outras três que voaram do Brasil para a Escócia. Um deles, porém, não preencheu o cartão de identificação que acompanha o teste e segue desconhecido. A informação é da Folha.

De acordo com a Public Health England (PHE), os testes em que a variante foi encontrada foram feitos antes das atuais medidas de quarentena obrigatória em hotéis, iniciada em 15 de fevereiro. O governo ainda não sabe se o infectado anônimo chegou do Brasil ou foi contaminado no Reino Unido. Com o objetivo de encontrá-lo, o governo vai rastrear centenas de passageiros de uma série de voos que tenham feito conexão com outros partindo do Brasil nas primeiras semanas de fevereiro, além de usar dados do serviço postal.

A preocupação do governo britânico ocorre porque as mutações da P.1, além de torná-la mais contagiosa, podem fazer com que o vírus seja menos suscetível às vacinas que estão sendo usadas no momento no país.

Notícias relacionadas