METROPOLE

Terça-feira, 18 de maio de 2021

Mundo

Exportação de remdesivir é proibida pela Índia

Medicamento tem "muito pouco efeito ou nenhum" na mortalidade da Covid-19, conforme a OMS

Exportação de remdesivir é proibida pela Índia

Foto: Getty Images

Por: Gabriel Amorim no dia 11 de abril de 2021 às 16:30

A exportação do medicamento remdesivir, foi proibida hoje (11) pela Ìndia. A decisão foi justificada em razão do aumento das infecções de Covid-19, colapsos nos hospitais e uma crescente demanda do remédio, usado contra o coronavírus. Segundo autoridades de saúde indianas, aumento de casos provocou um "aumento repentino da demanda" do antiviral. "Existe a possibilidade de que esta demanda aumente nos próximos dias", explicou o ministério em um comunicado, no qual decidiu proibir as exportações do medicamento "até que a situação melhore".

Produzido pelo laboratório americano Gilead, o remdesivir, é usado para tratamento de casos mais graves de Covid-19. No entanto, um estudo apoiado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que esse medicamento tem "muito pouco efeito ou nenhum" na mortalidade da Covid-19.
 

TV METRO

Entrevistas

Zé Cocá

Em 18 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Exportação de remdesivir é proibida pela Índia - Metro 1