Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Riqueza de 1% da população superou a de 99% em 2015, aponta estudo

A organização não governamental (ONG) Oxfam divulgou, nesta segunda-feira (18), que os mais ricos do Mundo, que somam 1%, já acumulam riqueza que supera a dos 99% restantes no ano de 2015. Segundo a ONG, a superação ocorreu um ano antes do previsto. [Leia mais...]

[Riqueza de 1% da população superou a de 99% em 2015, aponta estudo]
Foto : Reprodução / EBC

Por Paloma Andrade no dia 18 de Janeiro de 2016 ⋅ 09:37

A organização não governamental (ONG) Oxfam divulgou, nesta segunda-feira (18), que os mais ricos do Mundo, que somam 1%, já acumulam riqueza que supera a dos 99% restantes no ano de 2015. Segundo a ONG, a superação ocorreu um ano antes do previsto.

O relatório afirma que “O fosso entre a parcela dos mais ricos e o resto da população aumentou de forma dramática nos últimos 12 meses”. Segundo o texto, a previsão era de que esse crescimento ocorresse neste ano. "No ano passado, a Oxfam estimava que isso fosse ocorrer em 2016. No entanto, aconteceu em 2015, um ano antes", afirmou.

A Oxfam explicou, ainda, que “62 pessoas têm tanto capital como a metade mais pobre da população mundial”, quando, cinco anos atrás, essa riqueza pertencia à 388 pessoas.

Nesta segunda, quando o relatório foi divulgado, faltam dois dias para o Fórum Econômico Mundial de Davos, onde irão se reunir líderes políticos e representantes das empresas mais influentes do mundo. Na ocasião, a Oxfam aproveitou para pedir ação dos países para está desigualdade mostrada no levantamento.

"Não podemos continuar a deixar que milhões de pessoas tenham fome, quando os recursos para ajuda estão concentrados, no mais alto nível, em tão poucas pessoas", afirmou a diretora dos Assuntos de Justiça Fiscal e Desigualdades da Oxfam na França, Manon Aubry, citada pela agência de notícias France Presse (AFP).

Notícias relacionadas

[Terremoto deixa 35 mortos na Indonésia]
Mundo

Terremoto deixa 35 mortos na Indonésia

Por Adele Robichez no dia 15 de Janeiro de 2021 ⋅ 09:05 em Mundo

Além das mortes, o tremor causou ferimentos em dezenas de pessoas e milhares tiveram que sair das suas casas