METROPOLE

Domingo, 16 de maio de 2021

Mundo

Agência europeia cria grupo para estudar vacina contra o zika

O Brasil é o país mais afetado pela epidemia de zika, com 1,5 milhão de pacientes, seguido pela Colômbia, com 22,6 mil casos.

Agência europeia cria grupo para estudar vacina contra o zika

Foto: Divulgação / OMS

Por: Milene Rios no dia 09 de fevereiro de 2016 às 08:09

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou nessa segunda-feira (9) a criação de um grupo de especialistas em zika com o objetivo de acelerar o desenvolvimento de tratamentos ou vacinas contra o vírus, que causou uma epidemia na América Latina.

"Atualmente, não existe nenhuma vacina ou tratamento para a infecção pelo vírus da zika que tenha recebido a aprovação das autoridades sanitárias ou que seja alvo de testes clínicos", destaca um comunicado da agência europeia.

A decisão de criar um grupo de especialistas se deu depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a epidemia de "emergência de saúde pública de alcance mundial", em 1º de fevereiro.

O grupo de especialistas terá como missão favorecer a pesquisa de medicamentos contra o zika, formulando opiniões sobre questões científicas e regulamentares.

A EMA deve entrar em contato com as empresas que já começaram a trabalhar em tratamentos ou vacinas e revisar todos os novos dados sobre o vírs, para permitir uma reação rápida frente à crise de saúde pública.

O Brasil é o país mais afetado pela epidemia de zika, com 1,5 milhão de pacientes, seguido pela Colômbia, com 22,6 mil casos.

TV METRO

Entrevistas

Alice Portugal

Em 14 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Agência europeia cria grupo para estudar vacina contra o zika - Metro 1