Mundo

Mais de 200 entidades na Rússia e Ucrânia são atingidas por ciberataques

O aeroporto internacional de Odessa e do metrô de Kiev, na Ucrânia, além de meios de comunicação da Rússia e mais de outras 200 entidades tem sido atingidos desde a manhã da última terça-feira (24) por ciberataques. Turquia e Alemanha também foram afetadas, mas em menor escala. [Leia mais...]

[Mais de 200 entidades na Rússia e Ucrânia são atingidas por ciberataques]
Foto : Divulgação

Por Laura Lorenzo no dia 25 de Outubro de 2017 ⋅ 15:10

O aeroporto internacional de Odessa e o metrô de Kiev, na Ucrânia, além de meios de comunicação da Rússia e mais de outras 200 entidades têm sido atingidos desde a manhã da última terça-feira (24) por ciberataques. Turquia e Alemanha também foram afetadas, mas em menor escala.

De acordo com a empresa de segurança digital Kaspersky, o vírus BadRabbit é o responsável pelo ataque. A empresa explicou ainda que as vítimas do ataque abriram manualmente o arquivo malicioso, que se apresenta como um programa de atualização do Adobe Flash – que será descontinuado em 2020 justamente por causa das ameaças digitais.

Pesquisadores de segurança afirmam que o BadRabbit é uma ameaça do tipo ransomware, ou vírus de resgate, que sequestra os dados dos usuários e só os libera mediante pagamento em moedas virtuais. Especificamente no caso do BadRabbit, o vírus bloqueia não só os arquivos, como todo o computador da vítima. O valor de resgate solicitado pelo BadRabbit em Bitcoin é de 0,05 BTC, o que atualmente equivale a cerca de R$ 900.

Notícias relacionadas