Mundo

Explosão de dois carros-bomba mata pelo menos 17 pessoas na Somália

A explosão de dois carros-bombas na capital da Somália, Mogadíscio, deixou pelo menos 17 pessoas mortas neste sábado (29), de acordo com informações repassadas pela polícia. O grupo extremista islâmico Al-Shabab reivindicou responsabilidade pelo atentado. [Leia mais...]

[Explosão de dois carros-bomba mata pelo menos 17 pessoas na Somália]
Foto : Tobin Jones/ AMISOM Photos

Por Laura Lorenzo no dia 28 de Outubro de 2017 ⋅ 19:25

A explosão de dois carros-bombas na capital da Somália, Mogadíscio, deixou pelo menos 17 pessoas mortas neste sábado (29), de acordo com informações repassadas pela polícia. O grupo extremista islâmico Al-Shabab reivindicou responsabilidade pelo atentado.

O primeiro ataque foi com um carro-bomba ao hotel Nasahablod Two, aproximadamente a 600 metros do palácio presidencial. De acordo com a polícia, militantes armados invadiram o prédio. Alguns minutos depois, outro carro-bomba explodiu perto da antiga sede do Parlamento. Um policial afirmou à agência Reuters que 17 pessoas, principalmente policiais, morreram nas explosões. “As forças de segurança entraram em uma pequena porção do edifício do hotel. A troca de tiros é infernal”, disse Ali Nur. Ainda segundo ele, o conflito continuava dentro do hotel, e o número de mortos provavelmente cresceria.

Abdikadir Abdirahman, diretor da Amin - o principal serviço de ambulâncias de Mogadíscio -, disse que os serviços de emergência levaram 17 feridos do hotel.

Há duas semanas, bombardeios em Mogadíscio já haviam matado pelo menos 358 pessoas no pior ataque desse tipo na história do país, motivando indignação ao redor da Somália. O Shabab é suspeito, mas não reivindicou responsabilidade pelo ato.

Notícias relacionadas