Mundo

Brasileira é morta por engano pela polícia em Lisboa; 30 tiros foram disparados

Uma brasileira de 36 anos foi morta pela polícia por engano em Lisboa, em Portugal, na madrugada de quarta-feira (15). Segundo informações do jornal local ʹDiário de Notíciasʹ, Ivanice Carvalho da Costa foi baleada depois que o carro em que estava foi confundido com o de assaltantes. [Leia mais...]

[Brasileira é morta por engano pela polícia em Lisboa; 30 tiros foram disparados]
Foto : Reprodução/Diário de Notícias

Por Matheus Simoni no dia 16 de Novembro de 2017 ⋅ 11:36

Uma brasileira de 36 anos foi morta pela polícia por engano em Lisboa, em Portugal, na madrugada de quarta-feira (15). Segundo informações do jornal local ʹDiário de Notíciasʹ, Ivanice Carvalho da Costa foi baleada depois que o carro em que estava foi confundido com o de assaltantes. A polícia estava em busca de um veículo Seat Leon preto usado por ladrões que atacaram um caixa eletrônico na localidade conhecida como Pragal. Na fuga, os assaltantes chegaram a despejar o pó de extintores de incêndio em uma rua para despistar os policiais. Ao se deparar com uma barreira policial, Ivanice se assustou e tentou recuar, mas acabou abordada pelos policiais. O carro foi alvejado com mais de 30 tiros.

Em um comunicado, a polícia portuguesa afirmou que o carro "aparentava corresponder às características do veículo suspeito", desrespeitou uma ordem de parada e tentou atropelar policiais, o que obrigou os agentes a responderem com os disparos.

Em comunicado, a Embaixada do Brasil em Portugal disse "lamentar profundamente" o ocorrido, afirmou ter tomado conhecimento do incidente nesta quinta-feira e que a família da vítima já entrou em contato com o "Consulado-Geral do Brasil em Lisboa, que prestará o apoio cabível". "A Embaixada acompanha atentamente o caso e aguarda novas informações a respeito do inquérito com vistas a determinar o curso de ação a ser tomado", afirma a nota.

Notícias relacionadas