Mundo

Jacob Zuma, ex-presidente sul-africano, é indiciado por corrupção

O ex-presidente da África do Sul Jacob Zuma será julgado por fraude e corrupção. O caso envolve um contrato de armamentos, no valor de US$ 2,5 bilhões, firmado em 1999 com indústiras estrangeiras. O processo foi divulgado hoje pela procuradoria. [Leia mais...]

[Jacob Zuma, ex-presidente sul-africano, é indiciado por corrupção]
Foto : Divulgação/GCIS

Por Marina Hortélio no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 16:41

O ex-presidente da África do Sul Jacob Zuma será julgado por fraude e corrupção. O caso envolve um contrato de armamentos, no valor de US$ 2,5 bilhões, firmado em 1999 com indústiras estrangeiras. O processo foi divulgado hoje pela procuradoria.

O procurador-geral, Shaun Abrahams, afirmou, em entrevista coletiva, que o tribunal deveria ser o lugar mais apropriado para esclarecer o caso. “Há motivos razoáveis para pensar que as ações judiciais contra Zuma darão resultado”, completou.

A justiça suspeita que o ex-presidente cobrou suborno ao fechar contratos de armamento com empresas estrangeiras, entre elas a francesa Thalès. Zuma apresentou a renúncia dele em fevereiro, devido ao envolvimento com escândalos de desvio de dinheiro público.

Notícias relacionadas