Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Jacob Zuma, ex-presidente sul-africano, é indiciado por corrupção

O ex-presidente da África do Sul Jacob Zuma será julgado por fraude e corrupção. O caso envolve um contrato de armamentos, no valor de US$ 2,5 bilhões, firmado em 1999 com indústiras estrangeiras. O processo foi divulgado hoje pela procuradoria. [Leia mais...]

[Jacob Zuma, ex-presidente sul-africano, é indiciado por corrupção]
Foto : Divulgação/GCIS

Por Marina Hortélio no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 16:41

O ex-presidente da África do Sul Jacob Zuma será julgado por fraude e corrupção. O caso envolve um contrato de armamentos, no valor de US$ 2,5 bilhões, firmado em 1999 com indústiras estrangeiras. O processo foi divulgado hoje pela procuradoria.

O procurador-geral, Shaun Abrahams, afirmou, em entrevista coletiva, que o tribunal deveria ser o lugar mais apropriado para esclarecer o caso. “Há motivos razoáveis para pensar que as ações judiciais contra Zuma darão resultado”, completou.

A justiça suspeita que o ex-presidente cobrou suborno ao fechar contratos de armamento com empresas estrangeiras, entre elas a francesa Thalès. Zuma apresentou a renúncia dele em fevereiro, devido ao envolvimento com escândalos de desvio de dinheiro público.

Notícias relacionadas

[Trump deixa Casa Branca]
Mundo

Trump deixa Casa Branca

Por Adele Robichez no dia 20 de Janeiro de 2021 ⋅ 12:49 em Mundo

Presidente dos EUA não irá à posse de Joe Biden

[Biden anuncia primeiras medidas do governo]
Mundo

Biden anuncia primeiras medidas do governo

Por Adele Robichez no dia 20 de Janeiro de 2021 ⋅ 12:30 em Mundo

Presidente eleito dos EUA informa retorno à OMS, ao Acordo de Paris e interrupção da construção do muro na fronteira com o México

[Posse de Biden terá segurança reforçada]
Mundo

Posse de Biden terá segurança reforçada

Por Adele Robichez no dia 20 de Janeiro de 2021 ⋅ 07:17 em Mundo

Isso acontece após o ataque ao Capitólio por apoiadores de Trump durante a sessão de confirmação da vitória do democrata nas eleições