Mundo

Equipe da ONU é atacada e visita de inspetores a Duma é adiada pela 2ª vez

Os agentes atacados estiveram na área para avaliar a situação antes da visita dos técnicos da Opaq. [Leia mais...]

[Equipe da ONU é atacada e visita de inspetores a Duma é adiada pela 2ª vez]
Foto : Divulgação/ONU

Por Marina Hortélio no dia 18 de Abril de 2018 ⋅ 15:01

Os inspetores internacionais de armas químicas da Organização para Proibição de Armas Químicas ainda não conseguiram chegar à cidade de Duma, na Síria. A visita foi adiada depois de a equipe de segurança da ONU ter sido alvo de tiros no local ontem (17).

Os agentes atacados estiveram na área para avaliar a situação antes da visita dos técnicos da Opaq. Uma vistoria, marcada para o dia 16 de abril, já havia sido adiada devido ao ataque à Síria ordenado por Trump.

De acordo com as informações das agências de notícias Reuters e AFP, a equipe das Nações Unidas foi cercada ao chegar a Duma. Ao ser alvo do tiroteio, enquanto tentava seguir para um dos alvos do ataque químico, a trupe retornou a Damasco. Ninguém ficou ferido na ação.

O representante britânico na Opaq, Peter Wilson, disse que o diretor da organização internacional, Ahmet Üzümcü, afirmou a ele que a ONU deve considerar o local seguro antes de os inspetores se dirigirem à cidade. A missão da Opaq foi um pedido das potências ocidentais, que acreditam que o ditador Bashar al-Assad e, a aliada, Rússia, são responsáveis pelo ataque químico.

Notícias relacionadas