Mundo

ETA pede perdão às vítimas de terrorismo

A organização foi responsável por atentados com bomba e assassinatos que deixaram 829 mortos. [Leia mais...]

[ETA pede perdão às vítimas de terrorismo]
Foto : Reprodução/Getty Images

Por Marina Hortélio no dia 20 de Abril de 2018 ⋅ 16:31

Como último gesto antes do anúncio de dissolução, o grupo separatista ETA pediu perdão às vítimas pelos graves danos provocados pela luta armada pela independência do País Basco, no nordeste da Espanha. A organização foi responsável por atentados com bomba e assassinatos que deixaram 829 mortos.

Segundo o G1, associações de vítimas do terrorismo criticaram o pedido por considerá-lo insuficiente. No perdão, publicado pelo jornal basco "Gara", o ETA reconhece "o dano provocado no decorrer de sua trajetória armada", mas se limita a pedir desculpa para quem "não tinha uma participação direta no conflito, nem responsabilidade alguma".

Com quase 60 anos, o Euskadi Ta Askatasuna (País Basco e Liberdade) renunciou à luta amarda em 2011. "É bom que o grupo terrorista peça perdão às vítimas, porque as vítimas, sua memória e sua dignidade foram determinantes na derrota do ETA", ressaltou o governo do primeiro-ministro conservador Mariano Rajoy.

A administração do país também firmou que "há muito tempo o ETA deveria ter pedido desculpas de forma sincera e incondicional".

Notícias relacionadas