Mundo

Universidade espanhola é investigada por vendas de diplomas

A estimativa é de que pelo menos 500 italianos obtiveram diplomas falsos de Direito na universidade pública Rei Juan Carlos da Espanha

[Universidade espanhola é investigada por vendas de diplomas]
Foto : Reprodução

Por Marina Hortélio no dia 21 de Setembro de 2018 ⋅ 16:20

A universidade pública Rei Juan Carlos da Espanha é investigada por um esquema de venda de diplomas para políticos. A estimativa é de que pelo menos 500 italianos obtiveram diplomas falsos de Direito na instituição. 

A informação foi concedida por um tribunal de Madrid que abriu um inquérito para apurar o caso.

De acordo com a agência de notícias AFP, os títulos falsificados permitiram que as pessoas se registrassem junto à Ordem dos Advogados em Madrid e, provavelmente, em outras cidades espanholas.

Segundo o jornal espanhol eldiario.es, os diplomas permitiam que os beneficiados pelo esquema comprovasse anos de estudo que nunca tiveram na Itália e evitassem o pagamento de mestrados nas universidades italianas.

Notícias relacionadas

[EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE]
Mundo

EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE

Por Juliana Almirante no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 09:20 em Mundo

Manifestação ocorre depois de a agência Bloomberg revelar documento que apontava o contrário