Mundo

Líder da extrema direita da França critica Bolsonaro: 'Diz coisas extremamente desagradáveis'

Segundo a francesa, a votação expressiva em Bolsonaro a uma "reação" da população brasileira a esse ambiente de insegurança

[Líder da extrema direita da França critica Bolsonaro: 'Diz coisas extremamente desagradáveis']
Foto : Frente Nacional

Por Matheus Simoni no dia 11 de Outubro de 2018 ⋅ 12:00

A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, fez críticas ao candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, e afirmou que quer distância do capitão reformado do Exército. Ela foi entrevistada no programa "4 Verdades", do canal France 2. Segundo a francesa, a votação expressiva em Bolsonaro a uma "reação" da população brasileira a esse ambiente de insegurança.

"É uma criminalidade endêmica que atinge a liberdade dos brasileiros e, diante da tolerância do governo anterior, os brasileiros lançaram o alerta de que a segurança é uma prioridade para eles", declarou Marine.

Ao ser questionada sobre os excessos de Bolsonaro quando o candidato diz que preferia ver seus filhos mortos em vez de homossexuais e que mulheres grávidas são um fardo para empresas, Marine foi enfática. "Não vejo o senhor Bolsonaro como um candidato de extrema direita, ele diz coisas extremamente desagradáveis que são intransponíveis na França, são culturas diferentes", ressaltou, reforçando que quer distância em relação ao candidato do PSL: "Desde que um candidato fala coisas desagradáveis, na França ele é catalogado de extrema direita".
 

Notícias relacionadas

[EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE]
Mundo

EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE

Por Juliana Almirante no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 09:20 em Mundo

Manifestação ocorre depois de a agência Bloomberg revelar documento que apontava o contrário