Mundo

Chineses e russos espionam celular de Trump, diz jornal

Denúncia aponta que o presidente ignora as advertências de assessores de que os telefonemas feitos dos iPhones não são seguros

[Chineses e russos espionam celular de Trump, diz jornal]
Foto : Shealah Craighead/The White House

Por Marina Hortélio no dia 25 de Outubro de 2018 ⋅ 18:40

Os espiões russos e chineses monitoram ligações feitas pelo celulares pessoais do presidente americano Donald Trump e usam as informações obtidas para condicionar as relações dos dois países com a Casa Branca, informaram os serviços de inteligência dos Estados Unidos.

Publicada no jornal "The New York Times", a denúncia aponta que Trump ignora as advertências de assessores de que os telefonemas feitos de seus iPhones não são seguros.

O próprio presidente, entretanto, negou o risco de espionagem. "Os ditos especialistas em Trump do New York Times escreveram uma longa e entediante reportagem sobre meu uso de celular que é tão incorreta que eu não tenho tempo aqui para corrigi-la. Eu uso apenas telefones do governo e tenho apenas um pouco usado celular do governo”, escreveu em um post no Twitter.

De acordo com o New York Times, a China usa as informações obtidas com a suposta espionagem para conter uma escalada da guerra comercial com os Estados Unidos. Já a espionagem russa seria mais branda e menos sofisticada, devido à aparente aproximação entre Trump e o presidente Vladimir Putin.

Notícias relacionadas