Mundo

Grupos criminosos recrutam crianças venezuelanas em troca de comida

A informação é do diretor da ONG Observatório Venezuelano de Violência

[Grupos criminosos recrutam crianças venezuelanas em troca de comida]
Foto : REUTERS/Marco Bello

Por Lara Ferreira no dia 03 de Novembro de 2018 ⋅ 14:00

O diretor da ONG Observatório Venezuelano de Violência (OVV), Roberto Briceño León, afirmou ontem (2) que crianças e jovens de famílias pobres da Venezuela estão sendo recrutados por grupos criminosos em troca de alimentos.

O diretor explicou ao canal Globovisión que “há pouca comida para dividir”, em meio ao grave desabastecimento de alimentos no país, o que leva menores a aceitarem o recrutamento. "Chega o grupo criminoso e convida essa criança para ir até a sede do grupo tomar um suco ou mesmo a uma lanchonete comer um hambúrguer e começa a cooptar a criança", detalha Briceño León.

O diretor explica, ainda, que o método de recrutamento mudou com o tempo. Antes, segundo ele, o atrativo eram aparelhos eletrônicos, como celulares e tablets. "Percebemos que esse padrão mudou em razão da crise alimentar. As famílias não têm comida", afirmou.

Notícias relacionadas