Mundo

EUA proíbe 16 cidadãos da Arábia Saudita de entrarem no país pelo assassinato de Khashoggi

Khashoggi era crítico ao regime da Arábia Saudita e foi assassinado em Istambul

[EUA proíbe 16 cidadãos da Arábia Saudita de entrarem no país pelo assassinato de Khashoggi]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Kamille Martinho no dia 09 de Abril de 2019 ⋅ 16:20

Os Estados Unidos proibiram 16 cidadãos da Arábia Saudita e suas famílias de entrarem em território norte-americano por envolvimento no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, em outubro. O secretário de Estado, Mike Pompeo, anunciou as sanções ontem (8).

Khashoggi era crítico ao regime da Arábia Saudita e foi assassinado em Istambul, na Turquia, por um comando de agentes do reino árabe. 

Em novembro do ano passado passado, Washington anunciou sanções financeiras específicas contra 17 funcionários sauditas suspeitos de envolvimento no assassinato.

Notícias relacionadas