Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Assessor de Trump divulga novas sanções contra Banco Central da Venezuela

John Bolton afirmou que haverá "restrições de transações dos Estados Unidos ao Banco Central da Venezuela", o que, segundo ele, proibirá "o acesso aos dólares"

[Assessor de Trump divulga novas sanções contra Banco Central da Venezuela]
Foto : Gage Skidmore

Por Daniel Brito no dia 17 de Abril de 2019 ⋅ 18:20

O assessor de segurança nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, John Bolton, afirmou hoje (17), durante um almoço em Miami com integrantes do exílio cubano, que o governo americano vai impor novas sanções contra o Banco Central da Venezuela. Ele classificou a entidade como responsável por manter no poder o ditador Nicolás Maduro.

Na ocasião, Bolton afirmou que haverá "restrições de transações dos Estados Unidos ao Banco Central da Venezuela", o que, segundo ele, proibirá "o acesso aos dólares". "[O Banco] foi essencial para manter Maduro no poder, inclusive através do seu controle da transferência de ouro por moeda", declarou.

De acordo com o assessor, o governo americano vai usar sua "máxima capacidade para pressionar Maduro e garantir que seus amigos [em uma referência a Cuba] já não roubem o que legitimamente pertence ao povo da Venezuela".

 

Notícias relacionadas