Mundo

Protesto dos coletes amarelos no Dia do Trabalho tem confronto com a polícia em Paris

Dezenas de pessoas foram detidas pela polícia francesa neste 1° de maio. Novas manifestações foram convocadas para a tarde desta quarta-feira (1º).

[Protesto dos coletes amarelos no Dia do Trabalho tem confronto com a polícia em Paris]
Foto :Alain Jocard/AFP

Por Aline Reis no dia 01 de Maio de 2019 ⋅ 11:30

Manifestantes do movimento coletes amarelos protestam nesta quarta-feira (1º) na França por conta do Dia do Trabalho. O dia 1° de Maio na Europa é tradicionalmente marcado por protestos e manifestações populares. Em Paris, grupos de black blocs entraram em confronto com a polícia. Foram lançadas bombas de gás lacrimogênio e manifestantes foram detidos.

Segundo as autoridades francesas, 165 pessoas foram detidas e mais de 9 mil controles de identidade foram realizados em toda a cidade para evitar conflitos. Um efetivo de mais de 7 mil policiais foi mobilizado e as manifestações foram proibidas em várias regiões da capital francesa.

A tensão pode se intensificar à tarde, quando estão marcadas novas manifestações organizadas por sindicatos de trabalhadores.

Nas redes sociais, sindicatos e coletes amarelos convocam a população para um dia de manifestações histórico. O movimento dos coletes amarelos teve início contra o aumento do imposto sobre o combustível no país. Após 24 fins de semana de protestos consecutivos, as demandas agora refletem uma insatisfação social mais ampla: o grupo questiona a diminuição do poder de compra e os impostos sobre a classe média.

Notícias relacionadas