Mundo

Metade dos ministérios da África do Sul será comandada por mulheres

Anúncio foi feito pelo presidente recém-eleito, Cyril Ramaphosa

[Metade dos ministérios da África do Sul será comandada por mulheres]
Foto : Wikimedia Commons

Por Juliana Rodrigues no dia 30 de Maio de 2019 ⋅ 09:40

O governo da África do Sul terá metade dos ministérios ocupada por mulheres, segundo anúncio do presidente recém-eleito Cyril Ramaphosa. Outros países africanos, como Etiópia e Ruanda, fizeram anúncios semelhantes no ano passado.

Segundo o G1, o país teve o número de ministérios reduzido de 36 para 28, como parte de um processo de redução do inchaço da máquina pública iniciado pelo seu antecessor, Jacob Zuma, que deixou o governo no ano passado devido a acusações de corrupção.

O partido de Ramaphosa, o Congresso Nacional Africano, que está no poder há 25 anos, teve a mais apertada vitória de sua trajetória nas eleições que aconteceram neste mês de maio. Há frustração do eleitorado.

Notícias relacionadas