Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Mundo

OEA diz que houve fraudes em eleições na Bolívia e recomenda nova votação

Evo Morales venceu as eleições no primeiro turno, mas relatório aponta irregularidade no processo eleitoral

OEA diz que houve fraudes em eleições na Bolívia e recomenda nova votação

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por: Marcela Vilar no dia 10 de novembro de 2019 às 09:00

A Organização dos Estados Americanos (OEA) apontou irregularidades na eleição presidencial da Bolívia do dia 20 de outubro deste ano, quando Evo Morales venceu em primeiro turno. A OEA recomenda que uma nova votação seja feita.

No pleito, Morales obteve 47.07% dos votos, e Carlos Mesa, o segundo colocado, 36,51%. Entretanto, a organização divulgou hoje (10) um relatório onde diz ter identificado problemas em quatro etapas do processo: tecnologia da eleição, cadeia de custódia, integridade das atas eleitorais e projeções estatísticas.

Em seu comunicado, a OEA diz: "A equipe de auditores não pôde validar o resultado da presente eleição, e recomenda um outro processo eleitoral. Qualquer futuro processo deverá contar com novas autoridades eleitorais para poder levar a cabo eleições confiáveis."

OEA diz que houve fraudes em eleições na Bolívia e recomenda nova votação - Metro 1