METROPOLE

Segunda-feira, 10 de maio de 2021

Mundo

Após renúncia, ex-presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia é presa

TSE boliviano foi alvo de críticas depois das eleições de 20 de outubro, que apontaram vitória de Evo Morales

Após renúncia, ex-presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia é presa

Foto: Reprodução/Youtube/Unitel Bolívia

Por: Juliana Almirante no dia 11 de novembro de 2019 às 07:20

A ex-presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia, Maria Eugenia Choque Quispe, foi presa, na noite de ontem (10), depois de renunciar ao cargo.

O presidente do país, Evo Morales, também anunciou a renúncia ao posto horas depois.

Maria Eugenia foi exibida com algemas pela polícia, em uma entrevista coletiva, após a prisão.

"Queremos anunciar que, graças a um trabalho minucioso da polícia boliviana, se conseguiu a detenção da presidente do Tribunal Supremo Eleitoral, María Eugenia Choque", afirmou o comandante geral da polícia, Vladimir Yuri Calderón.

O vice-presidente do TSE boliviano, Antonio Costas, também foi preso e exibido ao lado dela.

O pedido de investigação e prisão partiu de Juan Lanchipa Ponce, chefe do Ministério Público da Bolívia.

O TSE boliviano foi alvo de críticas depois das eleições de 20 de outubro, que apontaram vitória em primeiro turno para Evo.

TV METRO

Entrevistas

Rodrigo Maia

Em 10 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Após renúncia, ex-presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia é presa - Metro 1