METROPOLE

Segunda-feira, 10 de maio de 2021

Mundo

Concentração de gases do efeito estufa bate recorde em 2018, diz agência da ONU

Segundo a OMM, "não há indícios de desaceleração visíveis" nas emissões dos gases que são os principais causadores das mudanças climáticas

Concentração de gases do efeito estufa bate recorde em 2018, diz agência da ONU

Foto: Pixabay

Por: Juliana Rodrigues no dia 25 de novembro de 2019 às 12:40

A concentração dos principais gases do efeito estufa na atmosfera alcançou um recorde em 2018, segundo informações divulgadas hoje (25) pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), ligada à Organização das Nações Unidas (ONU). A informação é da AFP.

Segundo os cientistas, o dióxido de carbono (CO2), que está associado às atividades humanas e é o principal gás causador do efeito estufa que permanece na atmosfera, bateu um novo recorde de concentração em 2018, de 407,8 partes por milhão (ppm). O índice é 147% maior que o pré-industrial, de 1750.

"Cabe recordar que a última vez que a Terra registrou uma concentração de CO2 comparável foi entre 3 e 5 milhões de anos atrás. Na época, a temperatura era de 2 a 3 °C mais quente e o nível do mar era entre 10 e 20 metros superior ao atual", afirmou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em comunicado.

Ainda segundo a agência,"não há indícios de desaceleração visíveis" nas emissões dos gases que são os principais causadores das mudanças climáticas.

A divulgação do alerta acontece poucos dias antes do início da reunião anual da ONU sobre a luta contra a mudança climática, a COP25, que ocorre de 2 a 13 de dezembro, em Madri.

TV METRO

Entrevistas

Rodrigo Maia

Em 10 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Concentração de gases do efeito estufa bate recorde em 2018, diz agência da ONU - Metro 1