Mundo

Pastor norte-americano que chamou coronavírus de histeria morre vítima da doença

Ele teve complicações por causa da doença e acabou não resistindo

[Pastor norte-americano que chamou coronavírus de histeria morre vítima da doença]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Stephanie Suerdieck no dia 28 de Março de 2020 ⋅ 13:02

O pastor e músico norte-americano Landon Spradlin, de 66 anos, que chamou a doença de histeria coletiva, é um dos 1.500 mortos pelo coronavírus nos Estados Unidos. De acordo com a ABC, ele teve complicações por causa da doença e acabou não resistindo.

Spradlin era do estado da Virgínia e defendia que a Covid-19 não era tão perigosa quanto está sendo noticiada pela imprensa. Ele acreditava que a mídia estava usando a doença para atacar o presidente Donald Trump.

Notícias relacionadas