Mundo

‘É mais barato do que destruir a economia’, diz Vencedor do Nobel sobre testagem em massa contra o Covid-19

Paul Romer defende um investimento concentrado na produção em larga escala de testes para o Covid-19 e equipamentos de proteção

[‘É mais barato do que destruir a economia’, diz Vencedor do Nobel sobre testagem em massa contra o Covid-19]
Foto : Alexander Mahmoud/Nobel Media

Por Luciana Freire no dia 29 de Março de 2020 ⋅ 12:39

 

O professor da Universidade de Nova York e Nobel de Economia, Paul Romer, tem um plano de combate à crise do coronavírus, ele defende um investimento concentrado na produção em larga escala de testes para o Covid-19 e equipamentos de proteção.

Romer e o reitor da Universidade Harvard, Alan Garber, defendem que é preciso achar uma alternativa à quarentena total, porque ela levará à “morte da economia”. O artigo “Will our economy die from coronavirus?”, assinado por ambos e publicado na semana passada no New York Times, foi citado pelos críticos à quarentena como argumento para defender a abertura da economia.

Segundo os autores, o desligamento econômico por algumas semanas é necessário, mas é preciso ter melhores opções dentro de um mês. Para eles a solução é expandir maciçamente a capacidade de testagem da Covid-19, para que seja possível examinar parte importante da população a cada uma ou duas semanas. Essa seria a única maneira de permitir a retomada segura da economia, sem uma explosão de casos.

Notícias relacionadas