Mundo

Venezuela prolonga estado de exceção até 13 de julho

O decreto diz que "persistem as circunstâncias excepcionais, extraordinárias e conjunturais que motivaram do estado de exceção de alarme"

[Venezuela prolonga estado de exceção até 13 de julho]
Foto : EBC

Por Danielle Campos no dia 13 de Junho de 2020 ⋅ 13:30

O governo da Venezuela publicou hoje (13), na Gazeta Oficial, a prorrogação até 13 de julho do estado de exceção que está em vigor no país desde março. A condição permite ao governo decretar decisões drásticas para combater a pandemia da Covid-19.

No decreto presidencial, o prolongamento é justificado dadas "as circunstâncias de ordem social que põem gravemente em risco a saúde pública e a segurança dos cidadãos e das cidadãs da República Bolivariana da Venezuela", para que o Executivo "adote as medidas urgentes efetivas e necessárias de proteção e preservação da saúde da população".

De acordo com o decreto, "persistem as circunstâncias excepcionais, extraordinárias e conjunturais que motivaram do estado de exceção de alarme". Além disso, o texto diz que o objetivo da medida é "assegurar que a população desfrute plenamente dos seus direitos, preservar a ordem interna, o acesso oportuno a bens, serviços, alimentos e outros produtos essenciais para a vida".

A Venezuela registra oficialmente 2.879 casos confirmados do novo coronavírus e 23 mortes. Desde 16 de março, os venezuelanos estão em quarentena e impedidos de circular entre os estados do país.

Notícias relacionadas