Mundo

Johnson diz que segunda onda de covid-19 é inevitável no Reino Unido

O objetivo, contudo, é evitar de qualquer forma um segundo “lockdown” nacional

[Johnson diz que segunda onda de covid-19 é inevitável no Reino Unido]
Foto : Arbi Mikkor / EU2017EE/ Divulgação

Por João Brandão no dia 19 de Setembro de 2020 ⋅ 10:02

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse ontem (18) que considera inevitável que o país enfrente uma segunda onda de casos de covid-19.

O objetivo, contudo, é evitar de qualquer forma um segundo “lockdown” nacional.

As declarações de Johnson foram dadas após o ministro da Saúde, Matt Hancock, não descartar um novo confinamento em todo o país para conter o vírus. 

Para evitar o novo “lockdown” nacional, o Reino Unido vem decretando nos últimos dias medidas regionais para conter o vírus. Cerca de 13 milhões de pessoas estão sob algum tipo de restrição em todo o país, segundo cálculos da imprensa britânica.

Notícias relacionadas