Mundo

Em debate mais contido, Trump e Biden trocam acusações

Confronto realizado ontem foi o último antes das eleições de 3 de novembro

[Em debate mais contido, Trump e Biden trocam acusações]
Foto : Reprodução / Sky News

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Outubro de 2020 ⋅ 10:42

Após um primeiro debate caótico, o segundo debate entre os candidatos à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump e Joe Biden, teve clima mais civilizado, quase sem interrupções. O confronto realizado ontem (22) foi o último antes da eleição presidencial de 3 de novembro.

Em alguns momentos, Trump tentou usar o nome do filho de Biden, Hunter, a quem acusa de ter usado a influência do pai em negócios na Ucrânia quando este era vice-presidente. Já Biden voltou a criticar duramente a resposta do presidente à pandemia de coronavírus e sua suposta proximidade com o presidente russo Vladimir Putin, além de perder a paciência ao debater a questão do racismo nos Estados Unidos.

Diferentemente do debate anterior, no confronto de ontem a Comissão de Debates Presidenciais instituiu a regra de desligar os microfones ao final da fala de cada candidatos. Além disso, a mediadora, Kristen Welker, tomou a iniciativa de interromper falas que tomavam a forma de insultos ou fugiam do tema em questão.

Notícias relacionadas