Mundo

Justiça boliviana anula ordem de detenção contra Evo Morales

Líder socialista já se prepara para retornar à Bolívia.

[Justiça boliviana anula ordem de detenção contra Evo Morales]
Foto : Divulgação

Por Geovana Oliveira no dia 26 de Outubro de 2020 ⋅ 20:00

A justiça boliviana anulou hoje (26) a ordem de detenção contra o ex-presidente Evo Morales por supostos crimes de terrorismo. A decisão foi anunciada uma semana após Luis Arce, aliado político de Morales, ter sido eleito presidente da Bolívia.

O juiz Jorge Quino, que preside o Tribunal Departamental de Justiça de La Paz, disse que a ordem foi suspensa porque os direitos do ex-chefe de Estado "foram desrespeitados, basicamente o direito à defesa, pois o ex-presidente não foi devidamente convocado".

Morales foi acusado de inúmeros crimes pelo governo interino de Jeanine Áñez, num total de mais de 30 processos. Depois de um ano no exílio, o líder socialista já se prepara para retornar à Bolívia. 
 

Notícias relacionadas