Quinta-feira, 07 de julho de 2022

Polícia

Investigação do MP-BA aponta 38 feridos em rebelião da Mata Escura; governo fala em 18

Em entrevista ao Metro1, o promotor Edmundo Reis, que conduz a investigação do caso, diz que o número foi obtido por meio de consulta às unidades médicas que prestaram serviço aos detentos na própria penitenciária

Investigação do MP-BA aponta 38 feridos em rebelião da Mata Escura; governo fala em 18

Foto: Reprodução

Por: André Uzêda no dia 21 de fevereiro de 2022 às 15:47

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) aponta que houve pelo 38 feridos na rebelião do último domingo, na penitenciária Lemos Brito, em Salvador. O número é muito maior que o apontado pela Secretaria Administração Penitenciária (Seap), que trabalha com o número de 18  — e também superior ao levantamento feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou socorro aos presos, e tinha estimado a quantidade em 23.

Em entrevista ao Metro1, o promotor Edmundo Reis, que conduz a investigação do caso, diz que o número foi obtido por meio de consulta às unidades médicas que prestaram serviço aos detentos na própria penitenciária. "São muito mais casos. Nem todos com ferimentos graves, mas é maior que o levantamento divulgado inicialmente pelos canais do estado", afirma.

Reis também aponta que a investigação ouvirá os agentes penitenciários. Em entrevista à reportagem, o vice-presidente do sindicato, Fernando Fernandes, informou que, no momento da rebelião, apenas "três estavam de plantão, quando o número correto seriam 70". 

"Ouviremos também este ponto e, caso fique comprovado esse baixo efetivo, vamos incluir na investigação", disse, sem dar maiores detalhes.

A investigação tem 90 dias para ficar pronta, podendo ser prorrogada por mais três meses. 
 

Investigação do MP-BA aponta 38 feridos em rebelião da Mata Escura; governo fala em 18 - Metro 1