Polícia

Armas avaliadas em R$ 500 mil são apreendidas durante operação; cinco suspeitos são presos

Dois suspeitos de atuarem no tráfico de drogas morreram durante um confronto com a polícia no último domingo (22) em uma operação integrada da Secretaria da Segurança Pública e Polícia Federal, em Abrantes, na cidade de Camaçari, localizada na região metropolitana de Salvado[Leia mais...]

[Armas avaliadas em R$ 500 mil são apreendidas durante operação; cinco suspeitos são presos]
Foto : Divulgação

Por Paloma Morais no dia 23 de Outubro de 2017 ⋅ 14:56

Dois suspeitos de atuarem no tráfico de drogas morreram durante um confronto com a polícia no último domingo (22) em uma operação integrada da Secretaria da Segurança Pública e Polícia Federal, em Abrantes, na cidade de Camaçari, localizada na região metropolitana de Salvador. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (23) pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), outros cincos homens, acusados de atuarem na explosão de caixas eletrônicos no Plaza Shopping, na Avenida Silveira Martins, no bairro do Cabula, no dia 6 de outubro, também foram presos na ação. Fuzis, metralhadora, submetralhadora, espingarda e uma pistola, avaliadas em aproximadamente R$ 500 mil, além de cerca de 9 kg de maconha foram apreendidos durante a operação.

Segundo o SSP, os dois homems que morreram, Samir Lavinne Alves dos Santos, de 32 anos, e Álamo Machado Arapiraca, de 27, foram baleados depois de reagiram à abordagem dos policiais. Eles chegaram a ser encaminhados ao Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, porém não resistiram.

Entres os suspeitos presos está Rafael Almeida de Jesus, de 28 anos, mais conhecido como "Rafinha". Ele é o Oito de Paus do "Baralho do Crime", incluído no baralho em fevereiro deste ano. O homem é líder de uma facção criminosa e tinha mandado de prisão e envolvimento direto com tráfico de drogas, homicídios e roubos a bancos. Os outros suspeitos presos foram Bruno Ferreira de Souza, de 22, Israel de Jesus Avelino Júnior, de 35, Laiane Santos Pereira, de 18, e Bárbara Laís Santos Pereira Alves, de 24. Eles foram encaminhados para o sistema prisional, onde estão à disposição da Justiça.

Notícias relacionadas