Polícia

PM é preso suspeito de matar jogador de basquete após discussão em bar

O policial militar suspeito de ter matado o jogador de basquete Ednei Moreira Bahia, de 30 anos, no último domingo (5), se apresentou junto com seu advogado à polícia na tarde desta quinta-feira (9), no Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). [Leia mais...]

[PM é preso suspeito de matar jogador de basquete após discussão em bar]
Foto : Divulgação / Sindasp

Por Laura Lorenzo no dia 09 de Novembro de 2017 ⋅ 18:50

O policial militar suspeito de ter matado o jogador de basquete Ednei Moreira Bahia, de 30 anos, no último domingo (5), se apresentou junto com seu advogado à polícia na tarde desta quinta-feira (9), no Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Frederico Santos Costa, de 38 anos, possuí mandado de prisão temporária desde às primeiras horas da última terça-feira (7).

O crime aconteceu no Rio Vermelho e uma outra pessoa também foi baleada. De acordo com testemunhas ouvidas no DHPP, Frederico e a vítima discutiram por causa de um balde com cervejas, por volta das 3h30 da manhã, e quando Ednei saiu do estabelecimento o policial o perseguiu e atirou contra o jogador, que chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu.

Em sua versão, o PM afirmou que atirou em legítima defesa. “Frederico diz que foi ameaçado por Ednei e seus amigos, por isso acabou atirando no jogador”, contou o delgado Jose Bezerra Junior, diretor do DHPP, que conduziu o interrogatório. Ainda de acordo com ele, as investigações ainda não terminaram, pois há mais uma pessoa que efetuou disparos naquela madrugada. O soldado ficara preso no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Notícias relacionadas