Polícia

Traficantes presos usavam marcas famosas em catálogo de drogas

Um grupo acusado de vender drogas e enviá-las pelo correio foi preso em uma operação policial no Distrito Federal. [Leia mais...]

[Traficantes presos usavam marcas famosas em catálogo de drogas]
Foto : Divulgação/Polícia Cívil

Por Tayane Rodrigues no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 15:01

Um grupo acusado de vender drogas e enviá-las pelos Correios foi preso em uma operação policial no Distrito Federal. Os criminosos ofereciam um catálogo, por meio de um perfil falso nas redes sociais, com comprimidos de ecstasy no formato de marcas famosas. As compras seguiam para nove estados, inclusive a Bahia, além do Distrito Federal.

Entre as marcas estão redes sociais, times de futebol, aplicativos e empresas de alimentação, entre outras. De acordo com Érico Vinicius Mendes, delegado responsável pelas investigações, os compradores diziam que cada marca “dava um efeito” diferente. Os entorpecentes eram fabricados pelos próprios traficantes.

Vinte e uma pessoas foram presas na operação Caça às Bruxas, coordenada pela 6ª Delegacia de Polícia de Paranoá, no Distrito Federal. Seis continuam foragidas. Os estados com alvos na operação são: Goiás, São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Norte, Tocantins, Bahia e Minas Gerais.

Notícias relacionadas