Polícia

Morre policial rodoviário federal baleado em assalto na Pituba

O policial rodoviário federal, Marcelo Caribé, de 28 anos, baleado durante um assalto na Pituba, na noite da última quinta-feira (24), morreu na madrugada deste sábado (26), depois da confirmação da morte encefálica. Ele estava internado em estado grave na UTI Neurológica do Hospital da Bahia, onde passou por uma cirurgia para retirar o projétil de bala que estava instalado no crânio.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Bárbara Gomes no dia 26 de Setembro de 2015 ⋅ 08:26

O policial rodoviário federal, Marcelo Caribé, de 28 anos, baleado durante um assalto na Pituba, na noite da última quinta-feira (24), morreu na madrugada deste sábado (26). Os médicos confirmaram a morte encefálica por volta de 1h da manhã. Ele estava internado em estado grave na UTI Neurológica do Hospital da Bahia, onde passou por uma cirurgia para retirar o projétil de bala que estava instalado no crânio. 

Em nota, o hospital informou que o paciente apresentou piora progressiva do quadro clínico após intervenção cirúrgica e na noite da sexta-feira (25), a unidade abriu um protocolo de investigação de possível morte cerebral do policial. A vítima estava de folga em Salvador e retornaria para Rondônia, na sexta-feira, onde estava lotado. 

Assalto

Marcelo estava com amigos em uma barraca na Pituba, na Rua Ceará, quando três homens chegaram e anunciaram o assalto. Um dos bandidos ficou dentro de um carro, enquanto outros dois pegaram os pertences dos que estavam no local. Após roubarem o celular de Marcelo, os assaltantes perceberam que a vítima era policial e atiraram contra ele.

Segundo informações do Hospital da Bahia, a família da vítima que havia mantido contato com propostos da Central de Transplantes do Estado para o procedimento de doação de órgãos, desistiu de fazer a doação. O velório e enterro do policial vão acontecer neste sábado (25), às 17h, no cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. Após liberação do corpo pelo Instituto Médico Legal (IML), familiares e amigos sairão em cortejo até o cemitério. 

Notícias relacionadas