Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Cristina Serra critica drible na Constituição para tentativa de reeleição de Maia e Alcolumbre: 'Desserviço"

A Constituição proíbe os chefes das Casas de tentarem a recondução no posto dentro da mesma legislatura

[Cristina Serra critica drible na Constituição para tentativa de reeleição de Maia e Alcolumbre: 'Desserviço
Foto : Divulgação

Por João Brandão no dia 04 de Dezembro de 2020 ⋅ 18:27

A jornalista Cristina Serra criticou hoje (4), em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, a tentativa de driblar a Constituição para permitir as reeleições dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para se manterem no cargo até fevereiro de 2023.

"É muito em função da conveniência política, conjuntura política que eu acho um desserviço ao ordenamento jurídico e a nossa Constituição", definiu Serra.

A Constituição proíbe os chefes das Casas de tentarem a recondução no posto dentro da mesma legislatura. A legislatura atual começou em fevereiro de 2019 e vai até fevereiro de 2023. O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar a matéria na madrugada de hoje (4). Até o momento, quatro ministros admitem reeleição de Alcolumbre e Maia no Senado e na Câmara.

"É uma sequência de desrespeito à Constituição que, somadas, trazem um quadro de muita gravidade para nossa democracia, ordenamento jurídico e respeito às leis que todo cidadão tem que ter", completou a jornalista.

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"