Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Em discurso na Câmara, Silveira diz que se excedeu ao atacar Supremo e pede desculpas

Daniel Silveira foi preso na última terça (16) por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF

[Em discurso na Câmara, Silveira diz que se excedeu ao atacar Supremo e pede desculpas]
Foto : Vinicius Loures/Agência Câmara

Por Luciana Freire no dia 19 de Fevereiro de 2021 ⋅ 17:40

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) afirmou hoje (19), em discurso na sessão que decidirá se ele será mantido preso, que se excedeu, que se arrependeu. Ele pediu desculpas pelos ataques e ofensas aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em vídeo publicado por ele mesmo em rede social.

“Assisti meu vídeo várias vezes. Eu não consegui compreender o momento da raiva que ali me encontrava e peço desculpas a todo Brasil, porque vi, de várias pessoas, juristas renomados, senhoras, senhores, adolescentes, qualquer tipo de classe, que perceberam que me excedi, de fato, na fala. Um momento passional”, afirmou o deputado.

Daniel Silveira foi preso na última terça (16) por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF. Na quarta (17), por unanimidade, o plenário do Supremo ratificou a decisão de Moraes, que autorizou Silveira a participar da sessão apenas por videoconferência.

O pedido da defesa para que o deputado participasse presencialmente foi negado.

 

Notícias relacionadas