Sábado, 02 de julho de 2022

Política

ABI lamenta ataque de Bolsonaro à jornalista baiana: “conduta incompatível”

Associação Bahiana de Imprensa se solidarizou com Driele Veiga, chamada de "idiota" pelo presidente

ABI lamenta ataque de Bolsonaro à jornalista baiana: “conduta incompatível”

Foto: Palácio do Planalto

Por: André Uzêda no dia 27 de abril de 2021 às 12:04

A Associação Bahiana de Imprensa (ABI) se posicionou contra o ataque de Jair Bolsonaro (sem partido) à jornalista Driele Veiga, da TV Aratu, durante cobertura da visita do presidente à Bahia na última segunda-feira (26).

Na ocasião, Bolsonaro xingou a jornalista de “idiota”, após pergunta feita sobre a fotografia “CPF Cancelado”, na qual ele aparece ao lado de uma placa com mensagem utilizada por milicianos para se referir a pessoas executadas. 

Segundo à ABI, em nota, “a esquiva à pergunta jornalisticamente correta, até pela repercussão da imagem publicada nas redes sociais do principal mandatário do país, já seria incompatível com o exercício da Presidência da República. Agrava a conduta inconciliável com o decoro que se espera de quem tenha a honra de ser escolhido pela maioria do povo brasileiro, a assediosa agressão verbal contra a jornalista.

A associação disse ainda que lamenta que “a ocorrência, na terra do jornalista e jurista Ruy Barbosa, de mais uma agressão a ser contabilizada nos relatórios de instituições como a Federação Nacional do Jornalistas e da ONG Repórteres Sem Fronteiras. No mais recente levantamento dos RSF, o Brasil volta a ser destaque mundial nas agressões à liberdade de imprensa pelos atos e palavras de quem tem a obrigação de ser exemplo de zelo para com as liberdades democráticas”.

ABI lamenta ataque de Bolsonaro à jornalista baiana: “conduta incompatível” - Metro 1