Terça-feira, 28 de junho de 2022

Política

Coaf identifica operação suspeita de R$ 532 mil em conta de ex-mulher de Bolsonaro

Operações coincidem com as datas em que Ana Cristina Valle vendeu um conjunto de cinco terrenos em 2011

Coaf identifica operação suspeita de R$ 532 mil em conta de ex-mulher de Bolsonaro

Foto: Reginaldo Teixeira/Reprodução/Facebook

Por: Metro1 no dia 23 de setembro de 2021 às 11:46

Uma reportagem da colunista Juliana Dal Piva, do portal UOL, informa que o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) identificou duas movimentações suspeitas na conta da advogada Ana Cristina Valle, segunda mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo a publicação, as operações coincidem com as datas em que ela vendeu um conjunto de cinco terrenos em 2011. O Coaf apurou ao menos dois depósitos em espécie que totalizaram R$ 532,2 mil.

A coluna diz ter acessado escrituras da venda dos terrenos que mostram que os valores do negócio foram, inclusive, superiores a esse montante em dinheiro vivo verificado nos depósitos. Ela é investigada pelo MP-RJ junto com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) pelo período em que foi chefe de gabinete do ex-enteado (2001 a 2008). O promotor Alexandre Murilo Graça, da 3ª PIP (Promotoria de Investigação Penal), apura a existência de um esquema de rachadinha e da nomeação de "funcionários fantasmas" no gabinete do "02".

No pedido de quebra de sigilo bancário feito pelo MP, os promotores informaram que o Coaf produziu relatórios a partir da identificação de duas movimentações suspeitas. A primeira foi um depósito de R$ 191,1 mil em dinheiro vivo feito pela própria Ana Cristina em uma conta dela no dia 18 de março de 2011.

Coaf identifica operação suspeita de R$ 532 mil em conta de ex-mulher de Bolsonaro - Metro 1