Sexta-feira, 01 de julho de 2022

Política

Cotado para disputa presidencial, Datena diz que não aceita ser vice em caso de fusão DEM-PSL

Apresentador citou desempenho em pesquisa do Ipec para defender sua posição

Cotado para disputa presidencial, Datena diz que não aceita ser vice em caso de fusão DEM-PSL

Foto: Reproduçaão/Band

Por: Metro1 no dia 23 de setembro de 2021 às 12:28

Recém-filiado ao PSL e cotado como pré-candidato ao Planalto em 2022, o apresentador José Luiz Datena disse nesta quinta-feira (23) que não aceitará ser candidato a vice-presidente caso seu partido de fato concretize uma fusão com o DEM. A afirmação foi feita durante o programa Manhã Bandeirantes, ocasião em que entrevistava Ciro Gomes (PDT), também possível postulante na disputa. 

Para se justificar, Datena citou uma pesquisa do IPEC em que aparecia na frente de Luís Henrique Mandetta e Rodrigo Pacheco, ambos do DEM.  Ele também destacou seu desempenho em relação ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

"Mesmo no segundo cenário estou na frente do Doria… Do Doria, do Mandetta, do Pacheco.. Os caras estão fundindo um partido e querem que eu seja vice do Mandetta, do Pacheco... Já estou dizendo que não vou ser. Não vou ser", disse Datena.

Criado em fevereiro por ex-executivos do Ibope Inteligência, o levantamento do Ipec aponta em um dos cenários Datena com 3% das intenções de voto, na frente de João Doria (2%), Luiz Henrique Mandetta (1%) e Rodrigo Pacheco (1%). Neste cenário, a pesquisa mostra Lula (PT, 45%), Jair Bolsonaro (sem partido, 22%), Ciro Gomes (PDT, 6%) e Sergio Moro (5%) à sua frente.

Cotado para disputa presidencial, Datena diz que não aceita ser vice em caso de fusão DEM-PSL - Metro 1