Política

Boca Quente: o zignow de Neto, os "pitis" de Targino e mais uma de Bassuma

A Boca Quente desta semana traz o zignow de ACM Neto, o temperamento difícil de Targino Machado e mais uma candidatura de Bassuma. Confira:

[Boca Quente: o zignow de Neto, os
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Grupo Metrópole no dia 03 de Março de 2016 ⋅ 07:46

A Boca Quente desta semana traz o zignow de ACM Neto, o temperamento difícil de Targino Machado e mais uma candidatura de Bassuma. Confira: 

São tantas emoções

Marcelo Nilo (PSL) bem que tentou, mas não conseguiu tirar o deputado estadual Roberto Carlos do PDT. O homem de Juazeiro preferiu continuar sendo vice-presidente do partido no estado, sob a batuta de Félix Mendonça Jr, a bater asas com Nilo para o PSL. Segundo o parlamentar, ele ainda acredita nos “ideias brizolistas”. E quem acredita nesse papo?

Luxos de quem tá em alta

O prefeito ACM Neto deu um zignow daqueles na deputada federal Tia Eron (PRB). Convidado para participar de uma reunião com os baleiros de Salvador, apadrinhados pela moça, Neto não foi, mas deixou a seguinte mensagem: “A Prefeitura está à disposição de vocês. Vocês estão em boa companhia, a de Tia Eron”. Cheio de popularidade, Neto se dá ao luxo de não fazer política o tempo todo.

Confusão pura

O temperamento difícil do deputado estadual Targino Machado lhe rendeu mais um dissabor: a saída do DEM, praticamente encaminhada. Ele teve um desentendimento daqueles com o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, que venceu a parada. Já tem gente preocupada dentro do PPS, futura casa de Machado. 

Clima de “já vai tarde”

A situação do deputado federal Arthur Maia estava tão desconfortável no Solidariedade, que teve até comemoração com churrasco e cerveja pela saída do parlamentar dos quadros da legenda. O comentário que rolava durante a sessão que deu o título de cidadão soteropolitano para Paulinho da Força, na última segunda (29), é que Maia já foi tarde. Vai — com agregados — para o PPS. 

De saída

Outro que já está com o passaporte praticamente carimbado para o PPS é o deputado estadual David Rios (Pros). De quebra, ainda pretende lançar a candidatura do irmão para vereador de Salvador. 

Mais uma tentativa

Alguém aí lembra do ex-deputado federal Luiz Bassuma? Pois é! Depois de peregrinar sem sucesso por diversos partidos, entre eles PT, PV, PMDB e PEN, agora ele é pré-candidato a vereador pelo Pros, do deputado estadual Pastor Sargento Isidório. A sigla, inclusive, aposta alto em Isidório para disputar a Prefeitura de Salvador nas eleições de outubro. 

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo